Skip to main content

Com a gradual retomada do Varejo Físico e o início dos planejamentos estratégicos de 2022, um tema recorrente no mercado de Consumo ganha ainda mais destaque: a importância da rentabilidade nos canais de venda e a importância da integração entre as áreas de Vendas, Comercial, Trade Marketing e Sales Finance para o desenvolvimento, execução e mensuração de ações comerciais, de forma efetiva.

Para apoiar os profissionais do setor com dicas e exemplos práticos acerca de tais questionamentos,  no dia 6 de outubro a Arker promoveu o webinar: “Rentabilidade nos canais de venda – O papel do Sales Finance na Indústria Varejista”.

O evento contou com a participação do Revenue Management da PepsiCo na América Latina, Fabio Rocha, do Professor da ESPM e especialista em Trade Marketing, Rubens Sant’Anna, e do CEO da Arker, Thomaz Camanho.

Entre os temas abordados, os destaques vão para análise do atual momento enfrentado pelos setores de Bens e Consumo e Varejo Físico – que além dos impactos da pandemia ainda enfrentam desafios como a desvalorização do real em relação ao dólar, a alta da inflação e o aumento nos custos de produção e logísticos –; a importância da integração entre canais digitais e físicos com o advento do e-commerce no País; e as soluções tecnológicas disponíveis no mercado para auxiliar, sobretudo, à Indústria Varejista a garantir a rentabilidade nos canais de venda. E isso por meio de ferramentas que possibilitam automatizar a gestão e o controle das verbas comerciais das empresas, digitalizando a operação para que as equipes Comerciais e de Vendas ganhem tempo e efetividade em suas ações estratégicas.

A Era dos Dados nos canais de venda

Durante o webinar, outro assunto discutido pelos especialistas foi a importância da análise contínua de dados – realizada por meio de recursos de Inteligência Artificial, Big Data e Analytics – para abastecer os times de Vendas, Comercial, Trade Marketing e Sales Finance não só com informações qualitativas e quantitativas sobre o andamento das ações comerciais realizadas, mas também para simular possíveis cenários que levem em conta indicadores como volume de vendas, margem de lucro e market share, por exemplo.

“As variáveis do mercado são muito dinâmicas, e é preciso que haja uma interação entre a área de Sales Finance, a área de Trade Marketing e de Vendas para que as ações sejam precisas. As áreas de Sales Finance e de Trade Marketing, por exemplo, têm o papel de empoderar a área de Vendas com uma maior capacidade analítica, alcançando um equilíbrio. Afinal, a realização de ações comerciais vai além do “vender mais”, e é esse mix de estratégias que trazem maior ganho para a empresa no final do dia”, comenta Thomaz Camanho, CEO da Arker.

Novas perspectivas

Seja por meio de bonificações em dinheiro ou em produtos, ou por meio da disponibilização de verbas de ativação, um bom trabalho com o time de vendas pode contribuir para o aumento da receita e, como consequência, do lucro líquido das empresas. No caso das Indústrias que investem em verbas comerciais no Varejo, as ações no ponto de venda continuam sendo uma estratégia efetiva – desde que assertivas e embasadas em dados e análises mensuráveis e passíveis de acompanhamento.

“No Brasil, a gestão de verbas comerciais ainda é predominantemente manual, tornando-a passível de erros e aumentando os riscos. O mercado de TPM se apresenta como uma maneira de automatizar todas as etapas do processo de gestão de verbas comerciais desde o planejamento orçamentário até a execução e a comprovação de ações comerciais,  metrificando toda  a cadeia de forma rápida, precisa e evolutiva”, conclui Thomaz.

Para conferir o webinar na íntegra, clique aqui.

Sobre a Arker

A Arker, recém adquirida pela Neogrid, é uma empresa brasileira de tecnologia, pioneira no mercado nacional de Trade Promotion Management (TPM). Especializada em oferecer soluções tecnológicas para controle, visibilidade e assertividade na gestão de verbas comerciais e contratos. Com de ferramentas que abarcam desde o planejamento orçamentário até a execução e a comprovação de ações comerciais por meio de reconhecimento de imagem.

Close Menu